• Julianne Gomes

Black Friday 2019: 11 dicas para preparar sua loja

Atualizado: 19 de Nov de 2019

A Black Friday 2019 está chegando! É a maior data do varejo brasileiro e mundial.

O que está em jogo é, simplesmente, uma data em que o consumidor se prepara pra comprar. A expectativa de compra e a vontade de comprar são altas e, além disso, este ano coincide com o pagamento da primeira parcela do 13º. Ou seja, uma super oportunidade! Se você quer saber como se preparar na prática para essa oportunidade, leia este artigo todo, porque até o final você vai receber um passo a passo para saber como se preparar.



O Natal já foi uma grande data. Hoje, a Black Friday vende mais que o Natal. A Black Friday se tornou tão grande e tão poderosa que houve uma inversão e as pessoas estão comprando mais em novembro (final de novembro) do que em dezembro. Isso acontece porque o comércio se mobiliza e o jornalismo ajuda bastante, fomentando muitas notícias sobre Black Friday, mostrando filas, lojas cheias e as expectativas dos clientes. Isso tudo mexe com a mente e com o coração dos seus clientes. Por isso, você precisa decidir se vai fazer parte dessa oportunidade ou se vai entregar de mão beijada para seu concorrente.


Mas a Black Friday é pra mim?


Eu acredito que sim. A maioria dos negócios podem utilizar a data para vender mais. Já existem Black Friday em diversos segmentos como: bancos, concessionárias de carros, clínicas estéticas, supermercados. É possível aproveitar, desde que seja uma Black Friday verdadeira.


Se for fazer, faça com tudo. Faça realmente uma ação forte porque a Black Friday pode aumentar a percepção de valor da sua marca ou destruir sua credibilidade.


Black Friday ou Black Fraude?


O brasileiro chama de Black Fraude porque muitas empresas enganaram os consumidores no passado. Você não pode ser uma empresa assim. Isso destrói a sua reputação, não é ético, não é justo e não é honesto com seus clientes. Então, se for fazer a Black Friday, faça com excelentes ofertas.


Defina por onde começar...


O que você quer da Black Friday? Qual é o principal objetivo da Black Friday?

Você pode ter vários objetivos, mas 1 tem que ser o central para que você amarre toda a sua comunicação.


Vou te dar alguns exemplos de objetivos:


  • Faça a Black Friday para corrigir a curva de vendas: Quando a venda não está boa, você pode usar a Black Friday para fazer uma curva de correção para entrar na sua meta.

  • Use a Black Friday para fortalecer a sua marca: O cliente vê a sua participando da Black Friday e tem uma percepção de empresa forte, agressiva e isso fortalece a sua marca.

  • Recupere clientes perdidos: Aqueles clientes que deixaram a sua base nos últimos 365 dias podem voltar ao seu estabelecimento, através de uma promoção específica ou alguma vantagem. Busque os clientes que te abandonaram e te trocaram pela concorrência ou que nem lembram mais de você.

  • Evite perder clientes: Os clientes vão comprar na Black Friday. Ou compram de você ou do seu concorrente. Se você não fizer uma ação ou não propor alguma coisa, o cliente vai experimentar a concorrência. Se o concorrente for melhor que o seu negócio, é bem provável que o cliente te troque. Por isso, fazer a Black Friday é uma forma de evitar perder clientes.

  • Gerir estoque antigo: Os produtos que estão parados no estoque há meses estão empacando seu fluxo de caixa e impedindo que você tenha dinheiro para comprar produtos novos. Você precisa fazer girar. Use a Black Friday para ajudar a vender esses produtos antigos.

  • Amplie sua base de clientes: A Black Friday pode ser um excelente momento para ampliar sua base de clientes, trazendo pessoas que ainda não conhecem o seu negócio, fazendo uma grande campanha e atraindo clientes novos com bons descontos.


Desses objetivos, escolha apenas 1. Escolha aquele mais importante e urgente para a sua empresa. Assim você ataca um item específico por vez e, aos poucos, você pode ir fazendo os outros na sequência.


O que fazer fazer depois da Black Friday?


O cliente que vem até a sua loja durante a Black Friday vai ter vários outros eventos para ir até o final do ano. Pense o que você pode fazer durante a Black Friday para trazer esse cliente de volta na sequência. Por exemplo: Ofereça, durante a Black Friday, um voucher com validade até janeiro para que ele volte a comprar de novo. Pense sempre que toda grande data de venda pode ser uma alavanca para uma data futura.


Defina a duração da Black Friday


Você precisa definir se a sua Black Friday vai ser apenas na sexta; na sexta e no sábado; ou se vai ser a semana toda. Uma pesquisa recente do Google mostrou que o brasileiro espera uma semana de Black Friday, ou seja, uma Black Week.


Você pode aproveitar e fazer uma ação mais extensa, mais forte, já que as pessoas estão dispostas a comprar e não tem tempo para ir a todos os lugares que elas desejam em apenas 1 dia (sexta-feira). Então, estenda essa conveniência.


Black Friday: Lojas físicas e lojas virtuais


Pela primeira vez no Brasil, a expectativa do brasileiro de comprar em lojas físicas se equiparou a expectativa de compras em sites. No Brasil, a Black Friday começou em sites e, só depois de um tempo, as lojas físicas correram atrás do prejuízo e começaram a fazer a Black Friday.


Este ano de 2019, é o primeiro ano em que as pessoas vão comprar tanto em sites como em loja física em igual número. Uma ótima oportunidade para você que possui um estabelecimento.


O que seu concorrente fez no verão passado?


Depois de definir os dias da Black Friday, você precisa estudar o que seu concorrente fez na Black Friday do ano passado. Você precisa saber em que terreno está pisando. Normalmente os concorrente não costumam inovar muito. Procure no Facebook e tente se lembrar de alguma ação, porque é bem provável que ele faça algo parecido este ano.


Utilize essa informação para fazer algo de diferente. E para ser diferente você precisa estabelecer o que é igual antes de estabelecer a diferença.


E o que VOCÊ fez no verão passado?


Avalie os seus erros e acertos da Black Friday do ano passado. Reúna-se com sua equipe e faça um bate-papo. Quais pontos você acertou e quais errou? Avalie se a peça publicitária que você usou estava atrativa. Após analisar todas essas questões, você pode começar a definir como será a Black Friday deste ano.


Defina uma chamada de impacto e forte.


Analise os produtos ou serviços que foram vendidos nos últimos 6 meses para serem o chamariz das suas ofertas pois são esses produtos ou serviços que os clientes mais querem.


Se o seu medo é de perder dinheiro, faça as contas. Em alguns itens você pode perder pelo desconto, mas pode ganhar em outros. Então, estabeleça as metas para seu time para que eles vendam, não somente os itens da promoção, mas também os itens fora da promoção.


Por exemplo, quem compra uma TV na promoção da Black Friday, também pode comprar um rack, um home theater ou uma garantia estendida. Perceba que o cliente vem pelo produto da promoção, mas precisa de outros para complementar. E nesses outros você compõe a sua margem de lucro e o resultado. Estabeleça quais serão esses produtos com sua equipe.


Black Friday em todos os canais


Defina como a Black Friday vai acontecer nos seus canais. Não adianta ir para publicidade e o seu ponto de venda não estar igual. A sua loja, o seu site, as redes sociais precisam estar com a cara da Black Friday. Faça um cronograma para que os materiais de divulgação, as mudanças no site, a decoração na loja sejam entregues antes da Back Friday. Essa é a hora de você organizar a sua Black Friday. Já estamos bem próximos da data.


Lembre-se de fazer uma comunicação impactante e realmente diferenciada para se destacar dos concorrentes. Boa sorte na sua Black Friday, que você tenha uma ótima preparação, muitas vendas e resultados excepcionais.

MENU
ENDEREÇO

Rua do Rocio, nº 423 - Sala 1311
Vila Olímpia, São Paulo

SOCIAL

Desenvolvido com ♥ em São Paulo @ 2019 Wantage